Quinta, 20 de Janeiro de 2022
Polícia CRIME

Mulher que matou os filhos é levada para presídio sob gritos

Stephany Peixoto recebeu alta de hospital após tentar suicídio

12/01/2022 10h14
38
Por: Redação
Mãe que matou dois filhos em Guapimirim é levada de hospital pela polícia Foto: Rafael Nascimento de Souza / Agência O Globo
Mãe que matou dois filhos em Guapimirim é levada de hospital pela polícia Foto: Rafael Nascimento de Souza / Agência O Globo

Acusada de matar os filhos de 6 e 3 anos de idade e de tentar suicídio, a dona de casa Stephany Ferreira Peixoto recebeu alta do Hospital Municipal José Rabello de Mello e foi encaminhada pela polícia ao Complexo Penitenciário de Gericinó, na Zona Oeste do Rio de Janeiro.

Segundo informações do jornal O Globo, a saída de Stephany ocorreu sob comoção de seus parentes e de pacientes da unidade de saúde. No local, alguns a chamavam de “assassina” e gritavam “Deus vai te cobrar”, enquanto familiares diziam que não iriam abandoná-la e estariam com ela “até o fim”.

Os crimes ocorreram nesta segunda-feira (10), em Guapimirim, na Baixada Fluminense. Segundo os investigadores, a mulher ligou para o marido dizendo que matou os filhos e que estava prestes a se suicidar. O homem teria corrido até a sua casa e arrombado o portão. Mas encontrou os filhos já mortos no quarto e a mulher ensanguentada na sala. Ela havia cortado os próprios pulsos, mas ainda estava com vida.

Segundo disse o delegado titular da 67ª DP (Guapimirim), Antônio Silvino Teixeira, ao jornal O Globo, a polícia montará o perfil psicológico da suspeita e analisará se ela tinha algum problema psiquiátrico.

– O marido já foi ouvido, mas não tem condições [de falar]. Uma vizinha também foi ouvida. Queremos saber se houve alguma briga, até porque ouvimos uma informação de que, na sexta-feira, teria ocorrido um desentendimento – relatou.

De acordo com relatos de vizinhos, a família era discreta, educada, e havia se mudado para a casa há dois meses. Sempre carinhosa com os filhos nas redes sociais, Stephany era considerada uma “excelente mãe”. Na última sexta-feira (7), porém, teria ocorrido uma briga na casa.

– Eles eram discretos e muito educados. Raramente as crianças brincavam na rua. Quando isso acontecia, era o pai deles que sempre vigiava. Ela parecia ser uma excelente mãe. As crianças sempre andavam arrumadas, eram bem tratadas. Não entendemos essa brutalidade. Não entendo o porquê disso – lamentou uma vizinha.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.