Terça, 04 de Outubro de 2022
20°

Chuva

Magé - RJ

Anúncio
Geral Funarte

Premiado pela Funarte, projeto leva oficinas de história em quadrinhos para São João del-Rei (MG)

Participantes da iniciativa elaboraram revistas com as técnicas aprendidas, ampliaram seus conhecimentos e geraram novas possibilidades de uso da i...

22/09/2022 às 14h55
Por: Redação Fonte: Funarte
Compartilhe:
Divulgação - Contando sua História Através dos quadrinhos
Divulgação - Contando sua História Através dos quadrinhos

Cidade com pouco mais de 90 mil habitantes, São João del-Rei (MG) recebeu o projeto “Contando sua História Através dos Quadrinhos”. A iniciativa, de Rafael Vasquez Martins, foi uma das contempladas pelo Prêmio Funarte Artes Visuais Periferias e Interiores 2021/2022.

Com a ação, foram ofertadas duas oficinas (uma turma pela manhã e outra à tarde), onde os participantes tiveram contato com todos os aspectos técnicos desse gênero literário. As aulas abordaram os seguintes temas: tipos e formatos de histórias em quadrinhos (HQ’s); noção de tempo; disposição dos quadros na história; enquadramento; palavras e modelos de balões; premissa e roteiro; desenho de rostos e corpos; publicações; e construção da HQ na revista.

Como resultado do projeto, as revistas produzidas com os quadrinhos dos alunos foram distribuídas, gratuitamente, para os participantes das oficinas, além das bibliotecas das escolas públicas de São João del-Rei. A Associação de Pais e Amigos dos Excepcionais (APAE) também recebeu exemplares, pelo fato de um aluno da iniciativa ser da APAE. Foi feita uma tiragem inicial de 320 revistas.

Realizadas nos meses de março a abril, as oficinas tiveram 12 encontros (para cada turma), que aconteceram no Centro Cultural de Referência do Patrimônio Material Fábio Nelson Guimarães, localizado na região central da cidade. Ao todo, 17 pessoas se capacitaram.

De acordo com Rafael Vasquez, idealizador do projeto, a participação dos alunos e o interesse deles pelos conteúdos ministrados foram muito positivos. Deyvison Mendes Rio Silva contou, por exemplo, que aprendeu a desenhar rostos, desenhar em plano geral e médio e teve, ainda, “a oportunidade de conhecer vários personagens e trabalhos”. Jan Yuri Silva, que também esteve presente nos encontros, disse que já desenhava, porém de forma mais independente e sozinho. “Senti a necessidade de encontrar outras pessoas, trabalhar novos estilos e novas culturas. Vou continuar produzindo.”

As oficinas despertaram habilidades e sentimentos diferentes nos participantes. No caso de Débora Cristina Resende, o mais importante foi destravar a escrita. “Eu tive que escrever o roteiro e gostei muito do resultado”, completou. Já Irisdelmar Barbosa comemorou o fato de “depois de uma pandemia, de dois anos sem nada de novidade”, poder fazer uma atividade. “Eu não estava bem, [estava com] muito medo dessa pandemia, e isso aqui me descontraiu tanto que eu rejuvenesci”, finalizou.

Sobre o edital Periferias

Realizado pela Fundação Nacional de Artes, o Prêmio Funarte Artes Visuais Periferias e Interiores contemplou, em sua segunda edição, 16 projetos com R$ 50 mil cada. O objetivo foi realizar oficinas temáticas presenciais na área de artes visuais. As atividades precisavam ser desenvolvidas em periferias urbanas com características de vulnerabilidade social e econômica ou em cidades com população de até 150 mil habitantes.

As oficinas abordaram as artes visuais em suas práticas convencionais, contemporâneas ou aplicadas. Com as ações, a ideia foi apresentar ferramentas para tornar a produção artística uma atividade economicamente sustentável, além de oferecer noções básicas de planejamento financeiro e marketing para os participantes das aulas. Dessa forma, é possível promover a economia criativa e gerar emprego e renda para a população.

Acesse aqui o vídeo final do projeto “Contando sua História Através dos Quadrinhos”, no YouTube da Funarte.

Baixe aqui a revista em quadrinhos realizada pelos participantes das oficinas.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários