Domingo, 07 de Agosto de 2022
25°

Muitas nuvens

Magé - RJ

Anúncio
Senado Federal Senado Federal

Congresso faz um minuto de silêncio pelo assassinato de dirigente do PT em Foz do Iguaçu

Deputados e senadores fizeram, nesta segunda-feira (11), durante sessão do Congresso Nacional, um minuto de silêncio em razão do assassinato do gua...

11/07/2022 às 18h50
Por: Redação Fonte: Agência Senado
Compartilhe:
Deputados e senadores fizeram, durante sessão do Congresso Nacional, um minuto de silêncio - Roque de Sá/Agência Senado
Deputados e senadores fizeram, durante sessão do Congresso Nacional, um minuto de silêncio - Roque de Sá/Agência Senado

Deputados e senadores fizeram, nesta segunda-feira (11), durante sessão do Congresso Nacional, um minuto de silêncio em razão do assassinato do guarda municipal e dirigente municipal do PT, Marcelo Aloizio de Arruda, em Foz do Iguaçu (PR).  Para o presidente do Congresso, Rodrigo Pacheco, o combate à atual onda de intolerância e ódio deve ser um compromisso dos líderes políticos e da sociedade.

— Gostaria, em nome da Presidência do Congresso Nacional, de uma vez mais manifestar a nossa solidariedade, os nossos sentimentos à família de Marcelo Arruda, barbaramente assassinado. As imagens são chocantes, repugnantes, muito impactantes. De fato, está mais do que demonstrado que nós não podemos nos render ao ódio e à violência na política ou em qualquer seara da nossa vida — afirmou.

Marcelo Arruda comemorava seu aniversário no último sábado (9), em uma festa com o tema em homenagem ao ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, quando foi morto a tiros pelo  policial penal federal , Jorge José da Rocha Guaranho, apoiador do presidente Jair Bolsolnaro. Guaranho também foi atingido e, até a tarde desta segunda-feira (11), estava em estado grave no hospital.

O autor do pedido de silêncio foi o líder da minoria no Congresso, deputado Afonso Florence (PT-BA). Para ele, o crime foi político e o correto seria que os trabalhos fossem suspensos.

— Que este minuto de silêncio represente, também, uma manifestação política desta Casa para que a violência política seja estancada e que atos como este não se repitam em nenhuma condição. Registramos nossa solidariedade ao Partido dos Trabalhadores, que perde um pai de família, um ativista, um cidadão que estava no seu aniversário, com a temática da sua escolha, o que é uma prerrogativa inquestionável — disse o líder.

 

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
Magé - RJ Atualizado às 12h26 - Fonte: ClimaTempo
25°
Muitas nuvens

Mín. 19° Máx. 26°

Seg 24°C 19°C
Ter 21°C 19°C
Qua 24°C 17°C
Qui 21°C 15°C
Sex 20°C 16°C
Anúncio
Horóscopo
Áries
Touro
Gêmeos
Câncer
Leão
Virgem
Libra
Escorpião
Sagitário
Capricórnio
Aquário
Peixes
Anúncio
Anúncio
Anúncio
Anúncio