Domingo, 07 de Agosto de 2022
25°

Muitas nuvens

Magé - RJ

Anúncio
Ação Social Bahia

Com apoio da Prefeitura, 1º Encontro dos Povos de Axé de Vitória da Conquista discute intolerância religiosa

O I Encontro dos Povos de Axé de Vitória da Conquista aconteceu neste sábado (9), no Centro Cultural Glauber Rocha. Sociedade civil e autoridades p...

09/07/2022 às 22h25
Por: Redação Fonte: Prefeitura Mun. Vitória da Conquista - BA
Compartilhe:
Foto: Reprodução/Prefeitura Mun. Vitória da Conquista - BA
Foto: Reprodução/Prefeitura Mun. Vitória da Conquista - BA

O I Encontro dos Povos de Axé de Vitória da Conquista aconteceu neste sábado (9), no Centro Cultural Glauber Rocha. Sociedade civil e autoridades públicas foram convidadas para debater a intolerância religiosa e o racismo religioso, por meio de palestras, mesas redondas e rodas de conversa. A iniciativa foi da Rede Caminho dos Búzios, do Coletivo de Entidades Negras e da Associação Cultural Agentes de Pastoral Negros, com o apoio da Prefeitura de Vitória da Conquista.


O secretário municipal de Desenvolvimento Social, Michael Farias, esteve presente no evento. O encontro contou ainda com a participação de representantes do Conselho Municipal de Promoção de Igualdade Racial, do Conselho Municipal de Cultura, da OAB, da Polícia Militar e da Defensoria Pública.

De acordo com a coordenadora municipal de Promoção Igualdade Racial, Olinda Pereira, o Governo Para Pessoas vem demonstrando, de forma ímpar, compreensão e zelo com essa pauta. “Pra mim é uma honra ser a primeira mulher yalorixá a fazer parte da composição do Governo, fazendo parte dessa construção, dessa nova era, dessa nova história”, contou. Nesse sentido, ela destacou a importância do apoio da Prefeitura ao avento: “Pra gente chamar atenção das necessidades do povo de santo em estar se reunindo, pois sem a participação popular não tem como essas políticas terem força.”

Graça Alves, coordenadora da Rede Caminho de Búzios, explicou que o encontro foi motivado por muitos casos recentes de intolerância religiosa que vêm ocorrendo em todo país, inclusive em Vitória da Conquista. “O que a gente quer é só respeito. Mas, nós entendemos também que existe muita desinformação. Então, tem aquela coisa do fundamentalismo religioso, infelizmente, é o que a gente tá vivendo hoje, mas também tem muita desinformação. A gente acha que a gente tendo mais espaço na sociedade, a gente tendo melhor preparação de vida, a gente tem condição de combater de igual pra igual e mostrar pras pessoas que a coisa não é exatamente como passam pra elas”, afirmou.

Representante do Coletivo de Entidades Negras, Ademar Cirne destacou a importância de envolver outros atores no evento. “Essa discussão é extremamente importante pra gente discutir não só o racismo religioso, que é o que a gente vive, mas também como se posicionar em relação a isso. Por isso, a gente convidou elementos do poder público, como Defensoria Pública, Polícia Militar, Polícia Civil e Ministério Público pra que eles se posicionem sobre o que é que estão fazendo. O apoio da Prefeitura foi fundamental pra gente fazer esse evento, porque também a gente tem que discutir as políticas públicas que a Prefeitura tem feito para essa população”, ressaltou.

Para Ingrid do Prado Carvalho, yalorixá representante do terreiro Ilè Omi T’Ogum, Vitória da Conquista possui muitos terreiros de umbanda e candomblé, e por isso é fundamental dar luz à essa discussão e romper os preconceitos. “A importância desse evento pra Vitória da Conquista é imensa, porque quanto mais visibilidade nós, de axé, temos, vamos conquistando outros espaços, vamos apresentando nossa fé de outro modo, tirando essas características demoníacas que impuseram sobre a gente”, opinou.

Eliene Santos Novaes, a Mãe Lene, do terreiro de umbanda Osóssi e Martim da Quimbanda, também avaliou a iniciativa: “Nos últimos anos, a gente tá vendo muito vandalismo em relação ao povo de santo, muito preconceito, muita falta de espaço, muita falta de fala, de vez, de voz. Então, pra gente é importante estar debatendo essa questão do preconceito da religião.”

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
Magé - RJ Atualizado às 12h26 - Fonte: ClimaTempo
25°
Muitas nuvens

Mín. 19° Máx. 26°

Seg 24°C 19°C
Ter 21°C 19°C
Qua 24°C 17°C
Qui 21°C 15°C
Sex 20°C 16°C
Anúncio
Horóscopo
Áries
Touro
Gêmeos
Câncer
Leão
Virgem
Libra
Escorpião
Sagitário
Capricórnio
Aquário
Peixes
Anúncio
Anúncio
Anúncio
Anúncio