Sábado, 25 de Junho de 2022
17°

Poucas nuvens

Magé - RJ

Anúncio
Geral Paraná

Em parceria com a ONU, Paraná promove mutirão de empregos para migrantes nesta sexta

O Centro Estadual de Informações para Migrantes, Refugiados e Apátridas do Estado do Paraná (CEIM) promove nesta sexta-feira (24) o Mutirão de Empr...

23/06/2022 às 18h10
Por: Redação Fonte: Secom Paraná
Compartilhe:
Foto: SEJUF
Foto: SEJUF

O Centro Estadual de Informações para Migrantes, Refugiados e Apátridas do Estado do Paraná (CEIM) promove nesta sexta-feira (24) o Mutirão de Emprego “Vez do Migrante no Mercado de Trabalho”. São mais de 150 vagas em pelo menos 15 empresas de todas as áreas em Curitiba e Região Metropolitana.

A ação é uma iniciativa do Governo do Paraná, por meio da Secretaria da Justiça, Família e Trabalho (Sejuf), em parceria com a Agência da ONU para Migração (OIM) e a Agência dos Estados Unidos para o Desenvolvimento Internacional (USAID).

“O Paraná recebeu mais de 100 mil imigrantes na última década, entre venezuelanos, afegãos, ucranianos, haitianos, senegaleses, cubanos, entre outros”, citou o secretário Rogério Carboni. “Isso mostra que é um estado acolhedor e uma terra de oportunidades, ideal para as famílias de imigrantes e refugiados recomeçarem as suas vidas”, destacou.

O evento ocorre das 8h30 às 16h30 na sede do CEIM, localizado na Rua Desembargador Westphalen, 15, no 13º andar do Edifício Dante Alighieri, no Centro de Curitiba. É necessário levar a documentação migratória. Também haverá palestras sobre empregabilidade migrante, ministradas por técnicos do CEIM e empresas especializadas em recursos humanos.

Rogério Thomé, chefe do Departamento de Justiça, Promoção e Defesa dos Direitos Humanos da Sejuf, destaca que o Paraná é referência no acolhimento de migrantes, refugiados e apátridas. “Foi o primeiro estado a criar um Centro de Informação para facilitar o acesso dessa população aos direitos e programas do Governo, além de ter montado o primeiro conselho, o Cerma (Conselho Estadual de Refugiados, Migrantes e Apátridas do Paraná), que orienta as políticas públicas nesta área” completou.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.