Sábado, 25 de Junho de 2022
19°

Chuva

Magé - RJ

Anúncio
Saúde Ceará

Profissionais das UPAs estaduais recebem treinamento para manejo de novo ventilador mecânico

Tecnologia é utilizada em pacientes com insuficiência respiratória ou com condições clínicas que necessitem do uso de ventilação mecânica Médicos, ...

23/06/2022 às 15h45
Por: Redação Fonte: Secom Ceará
Compartilhe:
Foto: Reprodução/Secom Ceará
Foto: Reprodução/Secom Ceará

Tecnologia é utilizada em pacientes com insuficiência respiratória ou com condições clínicas que necessitem do uso de ventilação mecânica

Médicos, enfermeiros e gestores das Unidades de Pronto Atendimento (UPAs) que integram a rede da Secretaria da Saúde do Ceará (Sesa) receberam, nessa quarta-feira (22), treinamento em ventilação mecânica. A capacitação foi ministrada no Hospital Estadual Leonardo da Vinci (Helv), em Fortaleza, pelo fisioterapeuta Rogleson Albuquerque.

O curso buscou aperfeiçoar o manejo do ventilador mecânico VG-70 da AEONMED, modelo que será implantado nas UPAs para se somar aos equipamentos já existentes. “Aliado ao treinamento virtual, que vem ocorrendo há uma semana, a capacitação presencial veio para consolidar o conhecimento e formar profissionais multiplicadores, para que sejam referência dentro das suas unidades, esclarecendo dúvidas que possam surgir durante a utilização dos equipamentos”, afirmou Talyta Neves, analista de Educação Permanente das UPAs geridas pelo Instituto de Saúde e Gestão Hospitalar (ISGH).

Foto: Reprodução/Secom Ceará
Foto: Reprodução/Secom Ceará

Neves acrescenta que o ventilador é essencial dentro das unidades da atenção secundária, visto que é uma tecnologia indicada para pacientes com insuficiência respiratória ou com condições clínicas que necessitem do uso de ventilação mecânica.

Nos próximos dias, o treinamento será realizado para uma nova turma de profissionais – enfermeiros, médicos e coordenadores.

“Estávamos acostumados com outro tipo de equipamento, então, é muito importante conhecer como funciona esse novo ventilador antes de sua implantação. As funções de cada suporte são as mesmas, porém, a forma de interação muda, por isso um momento como esse é tão necessário”, avaliou Ives Maia, médico-chefe da equipe da UPA Canindezinho. “O novo ventilador permite funcionamento ligado somente a uma fonte de oxigênio, enquanto nos demais é preciso estar ligado também na fonte de ar comprimido para fazer uma mistura de gases. Então, [o novo modelo] é mais prático”, destacou.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.