Domingo, 26 de Junho de 2022
19°

Chuva

Magé - RJ

Anúncio
Geral Maranhão

Projeto Rotas e Redes Literárias propõe a estudantes da capital o desafio de ajudarem na construção de uma Escola Leitora

Após a formação, os participantes servirão de multiplicadores das técnicas de mediação e do incentivo à leitura em suas comunidades escolares.

22/06/2022 às 15h00
Por: Redação Fonte: Secom Maranhão
Compartilhe:
- Roda de conversa sobre mediação de leitura (Foto: Divulgação)
- Roda de conversa sobre mediação de leitura (Foto: Divulgação)
22/06/2022

Construir uma escola onde manusear um livro se torne um hábito, desfrutar de uma boa leitura seja algo prazeroso e viajar pelo universo literário com história e personagens seja um caminho para muitas descobertas e aprendizagens. Essa é a proposta de construção de uma Escola Leitora, que vem sendo feita a estudantes e professores de escolas públicas maranhenses pelo projeto Rotas e Redes Literárias.

A ação é desenvolvida pela Fundação Vale, em parceria com a Secretaria de Estado da Educação (Seduc), através do Cidade Escola Aprendiz.

O projeto é desenvolvido em municípios maranhenses que ficam no entorno da Estrada de Ferro Carajás. O objetivo é promover o acesso de leitores ao livro literário, por meio de encontros de formação com profissionais de educação, remodelagem de salas de leitura e ampliação do acervo de livros literários em escola públicas, promovendo uma rede leitora nos municípios.   

O projeto Rotas e Redes Literárias é planejado e desenvolvido em 6 fases: escolha das escolas, formação das comissões que representará cada escola, formações para escolha do acervo, formações para escolha da mobília, formações em práticas de mediações de leitura e inaugurações das salas de leitura.  

“Estamos aqui para um momento muito importante de uma caminhada longa. Nós já tivemos o encontro presencial do projeto Rotas e Redes Literárias, no qual discutimos o panorama da leitura, que é focando, especialmente, no estado, e a importância e o papel da literatura na vida das pessoas. Tivemos todo um processo de formação à distância falando das práticas de leitura e da importância dela para que possamos tornar uma escola cada vez mais leitora”, explicou o formador Beto Silva, da Instituição Cidade Escola Aprendiz, parceira da Fundação.

De terça-feira (21) até quinta-feira (23), o projeto Rotas e Redes Literárias realiza a Formação em Práticas de Mediação de Leitura, iniciativa voltada para 180 estudantes de 18 escolas da rede estadual de ensino localizadas na área Itaqui-Bacanga e na zona rural de São Luís. São 60 participantes por dia vivenciando as atividades voltadas para o mundo dos livros.

Durante o encontro com formadores, os estudantes participam de atividades como dinâmica de integração, acolhimento, roda de leitura, roda de conversa sobre mediações de leitura, compartilhamento de experiências. Após a formação, os participantes servirão de multiplicadores das técnicas de mediação e do incentivo à leitura em suas comunidades escolares.

“A Fundação apoia o fortalecimento de políticas públicas com incremento de práticas que disseminam a promoção do livro, da leitura e da literatura, com a doação de acervo literário e através dessas formações que, hoje, nós estamos aqui realizando: qualificando as atividades dos professores e alunos e, ainda, ampliando a capacidade de leitura desses estudantes com a proposta de democratização do acesso ao livro”, destacou a analista de Responsabilidade Social da Fundação Vale, Cláudia Lopes.

Para o estudante Matheus de Jesus, do C.E. Cidade Operária II, na Cidade Operária, que participa de mais essa etapa formativa do Rotas e Redes Literárias, a ação tem oportunizado muitos aprendizados e integração.

“A minha experiência está sendo simplesmente incrível, com todos esses amigos que eu estou conhecendo, todo esse conhecimento que estou adquirindo. São os melhores momentos que eu tenho vivido na minha história. Eu conheci pessoas que transmitem uma energia tão boa, tenho acesso a material [material didático] e a livros. Tudo isso está sendo mágico, eu agradeço por essa formação, tanto essa quanto a passada”, disse o estudante Matheus de Jesus. 

“O Rotas e Redes é um projeto de suma importância para nossas escolas e para a nossa comunidade como um todo, uma vez que vem estimular o hábito da leitura e também com uma perspectiva de criar uma escola leitora, de oportunizar esse espaço de leitura, de pesquisa. Essa parceria com a Fundação Vale e a Associação Cidade Escola Aprendiz é muito importante”, enfatizou a superintendente da Seduc, Adelaide Diniz.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.