Quarta, 18 de Maio de 2022
0000000000
Geral Distrito Federal

Reunião discute mais contratações para hospital do Gama

Em encontro com a presidente do CRM-DF, secretário de Saúde frisou a ininterrupta atuação da pasta em relação ao aumento do quantitativo de prof

11/05/2022 20h40
23
Por: Redação Fonte: Agência Brasília
Foto: Tony Winston/Agência Saúde
Foto: Tony Winston/Agência Saúde

Em reunião com o secretário de Saúde, general Manoel Pafiadache, na tarde desta quarta-feira (11), a presidente do Conselho Regional de Medicina do Distrito Federal (CRM-DF), Marcela Montandon, ressaltou que a pasta “realizou melhorias físicas e contratou médicos para a emergência do pronto-socorro” do Hospital Regional do Gama (HRG).

O secretário de Saúde, general Manoel Pafiadache, se reuniu com a presidente do CRM-DF, Marcela Montandon, na tarde desta quarta (11) | Foto: Tony Winston/Agência Saúde
O secretário de Saúde, general Manoel Pafiadache, se reuniu com a presidente do CRM-DF, Marcela Montandon, na tarde desta quarta (11) | Foto: Tony Winston/Agência Saúde

O CRM vinha solicitando à secretaria melhorias nas instalações do HRG e reforço do quantitativo de médicos na unidade. A pasta já estava empenhada em fazer as reformas e contratar mais profissionais para toda a rede pública. Ao reconhecer a atuação da Secretaria de Saúde, a presidente do conselho disse ainda que o CRM continuará acompanhando o HRG.

Pafiadache, por sua vez, exaltou o trabalho do órgão e a parceria com a secretaria. O gestor frisou que há ininterrupta atuação em relação à contratação e à manutenção de profissionais. Ele enfatizou que a pasta tem atuado para aumentar os salários de servidores temporários. Isso impactaria em maior tempo de permanência desses profissionais, que costumam solicitar desligamento antes do fim do contrato. “O governador tem nos permitido buscar recursos humanos”, afirmou.

Para suprir a atual demanda de médicos no Hospital Regional do Gama e das demais unidades, a secretaria realizou concursos para contratação de profissionais temporários, com chamamento de mais de 300 médicos. Desses, nove optaram por assumir os cargos no HRG.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.