Quarta, 18 de Maio de 2022
0000000000
Senado Federal Senado Federal

Zenaide diz que caderneta da gestante legaliza violência obstétrica

Em pronunciamento nesta quarta-feira (11), a senadora Zenaide Maia (Pros-RN) afirmou que o governo federal acaba de lançar uma caderneta da gestant...

11/05/2022 18h25
18
Por: Redação Fonte: Agência Senado
Waldemir Barreto/Agência Senado
Waldemir Barreto/Agência Senado

Em pronunciamento nesta quarta-feira (11), a senadora Zenaide Maia (Pros-RN) afirmou que o governo federal acaba de lançar uma caderneta da gestante que autoriza os médicos a realizar manobras no momento do parto que, segundo ela, podem ser caracterizadas como violência obstétrica.

A senadora disse que documento divulgado pela Coordenação de Saúde Básica do Ministério da Saúde autoriza manobras físicas de esmagamento, de empurrar a criança e de episiotomia, que é o corte na vulva e na vagina para facilitar o parto.

— O que é que vai acontecer com isso? As mães gestantes, principalmente as mães do primeiro filho, elas já têm um certo medo do parto normal, por causa da dor, que é normal. Agora, saber que existe uma caderneta que autoriza que o médico, diante da sua autonomia, ele pode determinar aqueles empurrões para forçar o nascimento das crianças... Não é possível que a gente vai ficar calada diante de uma absurdo desses. Quer dizer que esse é o presente do Dia das Mães para nossas mulheres?

Ao defender o parto humanizado, Zenaide lembrou que no mês passado foi sancionada a Lei 14.326/2022, que tem o objetivo de "assegurar à mulher presa gestante ou puérpera tratamento humanitário antes e durante o trabalho de parto e no período de puerpério, bem como assistência integral à sua saúde e à do recém-nascido".

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.