Segunda, 23 de Maio de 2022
0000000000
Geral Distrito Federal

GDF apresenta projeto para aumentar produtividade de catadores

Vice-governador Paco Britto anuncia parceria com empresa especializada em aprimoramento de dados; iniciativa piloto foi lançada no Paranoá

10/05/2022 20h55
23
Por: Redação Fonte: Agência Brasília
Foto: Jaqueline Husni/ Agência Brasília
Foto: Jaqueline Husni/ Agência Brasília

Na tarde desta terça-feira (10), em visita à sede da Recicla Mais Brasil, cooperativa de catadores do Paranoá e do Itapoã, o Governo do Distrito Federal (GDF), representado pelo vice-governador Paco Britto, apresentou a dezenas de catadores, gerentes e síndicos de condomínios um projeto piloto tecnológico, voltado para a digitalização de processos por inteligência artificial. Com o intuito de aumentar a produtividade dos cooperados, o projeto será implantado na Recicla Mais Brasil por meio de uma parceria com uma empresa de Brasília.

“O lançamento desse projeto é muito importante para a gente, pois vai otimizar, facilitando nosso trabalho, e, principalmente, dar transparência para o catador, que não precisará esperar até o fim do mês para ter acesso direto à produção. Será tudo feito por meio de um registro diário”Cristiane Pereira, presidente da Associação de Catadores Recicla Mais Brasil

A partir do aprimoramento da gestão de dados, o projeto piloto permite agilidade na comercialização de recicláveis, bem como maior transparência de dados para todos os cooperados, por meio de uma plataforma de inteligência artificial. Trata-se da primeira cooperativa do DF a receber esse tipo de ferramenta tecnológica com smartphones. O acesso é por meio de login e senha pessoal.

Paco Britto foi recebido na sede da cooperativa, no Paranoá, pelos presidentes da cooperativa e da Associação de Catadores Recicla Mais Brasil, respectivamente, William Sousa Santos e Cristiane Pereira. “Estou muito feliz com esta inovação para a cooperativa”, disse Santos.

“O lançamento desse projeto é muito importante para a gente, pois vai otimizar, facilitando nosso trabalho, e, principalmente, dar transparência para o catador, que não precisará esperar até o fim do mês para ter acesso direto à produção. Será tudo feito por meio de um registro diário”, explicou Cristiane, lembrando que, atualmente, o resultado financeiro da produtividade dos catadores é feito manualmente.

O projeto piloto tecnológico, voltado para a digitalização de processos por inteligência artificial, será implementado na Recicla Mais Brasil, cooperativa de catadores do Paranoá e do Itapoã | Fotos: Jaqueline Husni/ Agência Brasília
O projeto piloto tecnológico, voltado para a digitalização de processos por inteligência artificial, será implementado na Recicla Mais Brasil, cooperativa de catadores do Paranoá e do Itapoã | Fotos: Jaqueline Husni/ Agência Brasília

Por sua vez, Paco relembrou sua visita à mesma associação há um ano. “Me enchem de orgulho todos vocês, catadores. Me lembro quando ainda era uma tenda com contêiner”, disse, referindo-se ao início, quando ainda não existia uma sede. “Como cooperados, vocês são mais fortes e estão transformando vidas e dando dignidade às suas famílias. Vim trazer abraços do governador Ibaneis Rocha. Tudo que for possível será feito, desde que não prejudique ninguém”, pontuou.

Ainda está prevista, segundo Cristiane, uma consultoria por 90 dias, a ser realizada pelo Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial (Senai-DF), para viabilizar a organização da utilização do fluxo de trabalho. “Nossa meta é melhorar e bater metas. Serão 20% a mais no resultado de cada um. Vai melhorar a renda do catador”, garantiu. “Mas a estruturação da cooperativa e do pessoal só foi possível graças às parcerias, como a do governo e dos condomínios do Jardim Botânico”, finalizou, agradecida.

O vice-governador Paco Britto representou o GDF na apresentação do projeto aos catadores nesta terça-feira (10)
O vice-governador Paco Britto representou o GDF na apresentação do projeto aos catadores nesta terça-feira (10)

Atenta aos discursos, a catadora Ediely Carla de Sousa, 26 anos, vibrou com a novidade. “Vai ser muito importante. Hoje, não podemos fazer dívidas, programar uma viagem, por exemplo, porque não sabemos o quanto vamos receber. Com o aplicativo, vai facilitar, pois terei noção para programar [os gastos]”, avaliou. A mãe de Nathaly, 2 anos, ficou desempregada durante a pandemia, mas, em dezembro do ano passado, “abraçou a oportunidade” de fazer parte da instituição. “Fui bem recebida por todos. Aqui é uma família que nos acolhe”, elogiou.

Recicla

A Recicla Mais Brasil é uma instituição composta pela união de famílias de catadores do Paranoá. Desde 2011, contribui oficialmente, no Distrito Federal, com ações pela valorização dos profissionais catadores e no processo de separação, triagem e reciclagem dos resíduos descartados.

Além do Paranoá, a instituição atua no Itapoã e em seis grandes condomínios do Jardim Botânico. O projeto de reciclagem social, que combina ação ambiental e social no Paranoá e no Itapoã, visa ao aumento real de renda para os catadores da cidade e suas famílias.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
Magé - RJ
Atualizado às 02h16 - Fonte: Climatempo
16°
Poucas nuvens

Mín. 16° Máx. 26°

16° Sensação
11.6 km/h Vento
76.3% Umidade do ar
0% (0mm) Chance de chuva
Amanhã (24/05)
Madrugada
Manhã
Tarde
Noite

Mín. 17° Máx. 27°

Sol com algumas nuvens
Quarta (25/05)
Madrugada
Manhã
Tarde
Noite

Mín. 18° Máx. 28°

Sol com algumas nuvens
Anúncio
Anúncio